• Admin

Semana Cezimbra Jacques está em fase de preparação

Na quinta-feira, 04 de agosto, o patrão do CTG Glaucus Saraiva, Paulo Nemitz, e o diretor social do Grêmio Geraldo Santana, Rogério Gomes, iniciaram as visitas aos quartéis de Porto Alegre, com a finalidade de convidá-los a participarem das atividades da Semana Major Cezimbra Jacques, que este ano ocorre entre os dias 20 e 23 de agosto.


Durante as visitas foram entregues ofícios convidando para Torneio de Truco Cego e Entrevero de Cozinhas Gaúchas, que compõem a programação do evento.





Quem foi o Major João Cezimbra Jacques


Gaúcho de Santa Maria, João Cezimbra Jacques nasceu em 13 de novembro de 1848 e dedicou sua vida à caserna, sem jamais esquecer suas raízes e o amor pelo Rio Grande do Sul. Militar de Cavalaria, foi voluntário na Guerra do Paraguai com apenas dezoito anos, em 1867, servindo no 2º Regimento de Cavalaria, no qual permaneceu durante três anos, recebendo condecorações do Uruguai, Argentina e Brasil.


Em 1895, comandava o terceiro Esquadrão do 3º Regimento de Cavalaria, foi instrutor da Escola Preparatória de Rio Pardo e do Curso D'Armas da Escola Militar do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre. Em 1901, entrou para a reserva com o posto de major.


Além de militar, foi escritor e folclorista, adepto da filosofia positivista, era discípulo de Augusto Comte, tendo sido considerado pioneiro em diversas áreas:

- Foi o primeiro a publicar um livro em Santa Maria. Trata-se da obra Assuntos do Rio Grande do Sul, literatura obrigatória para quem gosta do regionalismo;

- Participou da criação da Academia Rio-Grandense de Letras, em 1901;

- Foi um dos fundadores do Partido Republicano Rio-Grandense, em 1880;

- Fundou o Grêmio Gaúcho de Porto Alegre, em 22 de maio de 1898, ato considerado precursor do Movimento Tradicionalista Gaúcho e que lhe rendeu o título de patrono do tradicionalismo.


O major Cezimbra Jacques faleceu em 28 de julho de 1922, no Rio de Janeiro.



2 visualizações0 comentário