• Admin

Jubileu de Ouro: associados cinquentenários recebem homenagens do clube

Uma cerimônia comovente marcou a homenagem aos Associados Cinquentenários do Grêmio Geraldo Santana, realizada no sábado, 20 de novembro, nas dependências do Salão Panorâmico do clube. O evento anual em comemoração o Jubileu de Ouro dos geraldinos que completam 50 anos ininterruptos de dedicação e contribuição ao clube, e que não pôde ser realizado em 2020 devido à pandemia, contou com um motivo especial de comemoração: além de outros 39 associados, o presidente do Grêmio Geraldo Santana, Ivo Izolan, estava entre os homenageados. Foi a primeira vez em 75 anos que um presidente em exercício recebeu a condecoração.


Na oportunidade, dos 40 jubilados, 14 compareceram à cerimônia em que receberam o diploma, a medalha e o boton de reconhecimento, além dos aplausos e homenagens do clube. Juntamente com seus familiares e convidados, eles foram recebidos pela Diretoria Executiva do Grêmio Geraldo Santana e participaram de um almoço, preparado pelo Buffet Mont Blanck e oferecido em celebração à ocasião.


Como homenageado, o presidente Ivo Izolan passou a presidência do clube, interinamente, para o 1º vice-presidente Roberto Grosso que, ao lado da esposa Cleci, procedeu com a entrega da honraria. O 2º vice-presidente Rogério Viera foi o responsável pelo cerimonial iniciado com a apresentação do vídeo institucional da agremiação. “O Geraldo Santana é um gigante, e foi construído pela dedicação de cada um de vocês, associados cinquentenários”, destacou Viera em sua fala.


Já ao presidente interino, coube agradecer. “Somos muito gratos por, ao longo dos últimos 50 anos, contarmos com o apoio de cada um de vocês. Este é apenas um pequeno reconhecimento por toda a dedicação ao clube. Obrigado”, disse Roberto Grosso.


Outros três associados cinquentenários fizeram uso do microfone, representando os demais. O senhor Erico dos Santos Martins, que fez um resgate de suas lembranças, revelando uma memória impecável e se emocionando ao recordar os tempos de caserna; o senhor Euclides Angeli, que declamou versos de uma prece, encerrando com a oração do Pai-Nosso; e o presidente Ivo Izolan, surpreendido pelos companheiros de gestão com um vídeo emocionante dos filhos e netas que não puderam comparecer ao evento, que destacou a importância do clube em sua vida, revelando, inclusive, que foi no hotel de trânsito geraldino que ele e a esposa Nair celebraram a lua de mel, em 1972.

Emocionado, o presidente Izolan discursou sobre os desafios de administrar um clube como o Grêmio Geraldo Santana e reverenciou seus companheiros cinquentenários. “O Grêmio Geraldo Santana é eterno; um dia não estaremos mais aqui, mas ele seguirá forte. E nosso legado é mostrar que sargentos e subtenentes são, sim, capazes de cumprir com o que lhes foi designado, e mais, transformar em algo ainda maior essa herança. Obrigado a todos que se mantiveram fiéis ao nosso clube”, finalizou.


No encerramento, os homenageados participaram de uma foto coletiva que guarda para eternidade o registro desse momento tão especial.





14 visualizações0 comentário